Criar um Site Grátis Fantástico
Cobra-coral - frontalis
Cobra-coral - frontalis


Serpente de hábito subterrâneo. Vive sob o solo, sob o folhiço, em troncos em decomposição, entre raízes e pedras. Não é agressiva, não dá bote, oferece perigo somente quando manuseada. Sua presa de veneno é fixa e pequena e localizada na parte anterior da boca, por isso morde ao invés de picar. Quando molestada esconde a cabeça junto ao corpo, levanta e enrola a cauda, dando a impressão de tratar-se da cabeça. Este é um comportamento defensivo e é usado por várias espécies, justamente para que a Coral tenha uma chance de morder enquanto o oponente se distrai com a cauda mais elevada.


Nome popular: Cobra-coral
Outras denominações:
Nome científico: Micrurus frontalis (Complexo)
Gênero: Micrurus
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Ophidia (serpentes)
Família: Elapidae
Dentição: Proteróglifa
Hábitos Alimentares: Artrópodos, rãs, mamíferos, largartos e particularmente outras serpentes
Reprodução: Ovípara (põ em média 6 ovos)
Tamanho: 0,80 m
Hábitat: campos e cerrados
Atividade: diurna
Distribuição Geográfica: é encontrada nas regiões Norte (sul de TO), Centro-Oeste (MT, MS, GO, DF), Nordeste (Oeste da BA), Sudeste (MG, SP, RJ) e Sul (PR, SC, RS).

ONLINE
1


Partilhe esta Página