Criar um Site Grátis Fantástico
Jararaca ilhoa
Jararaca ilhoa

 

A Bothrops insularis é encontrada apenas na ilha da Queimada Grande (43 ha), distante 33 km da costa na região de Itanhaém, litoral sul do Estado de São Paulo. A muitos anos atrás, a ilha rompeu do continente isolando a Jararaca ilhoa e obrigando-a a se adaptar a um novo ambiente. Como a ilha não possui mamíferos, a Jararaca alterou seu cardápio para se alimentar da única fonte de alimento abundante na ilha, as aves. Isto fez com que ao longo das gerações, seus hábitos se modificassem, tornando-se arborícolas e com maior atividade durante o dia para facilitar a captura de pássaros para alimentação. Para isso, ela desenvolveu um poderoso veneno capaz de matar uma ave mais rápido que a espécie do continente, a Jararaca (Bothrops jararaca). As Jararacas-Ilhoa estão restritas à Ilha e não entram na água salgada. Sua população é muito alta e torna a Ilha o local de maior concentração de serpentes por metro quadrado do mundo. Não são autorizados o desembarque e permanência sem prévia autorização. Somente pesquisadores e o pessoal da marinha responsável pela manutenção do farol são autorizados.

 

Nome popular: Jararaca-Ilhoa
Outras denominações: Jararaca da ilha da queimada grande 

Nome científico: Bothrops insularis
Gênero: Bothrops
Filo: Chordata

Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Ophidia (Serpentes)
Família: Viperidae
Dentição: Solenóglifa
Hábitos Alimentares: Os jovens alimentam-se de anfíbios, lagartos e centopeias. Os adultos é baseada em pássaros migratórios, que são capturados tanto no chão como nas árvores.
Reprodução: Vivíparas (até 10 filhotes)
Tamanho: Aaté 1 metro de comprimento
Hábitat: Ilha da Queimada Grande
Atividade: Diurna e noturna
Distribuição Geográfica: Esta serpentes só existe na Ilha da Queimada Grande, no litoral do Estado de São Paulo.

ONLINE
1


Partilhe esta Página